config

Provedoria de Justiça funciona em teletrabalho

Em declaração a Agência Inforpress, o Provedor de Justiça informor que a Provedoria de Justiça adoptou o modelo de teletrabalho por causa da situação em que se vive no País e o mundo por conta da covid-19. O Provedor avançou esta informação no final de uma reunião de trabalho com os seus colaboradores, realizada esta segunda-feira nas instalações da Provedoria de Justiça, na cidade da Praia.

“Na sequência de outras medidas anteriores, tendo em conta a situação de calamidade, nós tínhamos decidido passar a funcionar em teletrabalho. Ficou estabelecido que em caso de declaração de estado de emergência, poderíamos eventualmente fazer algum reajustamento”, informou.

Sendo assim, , ficou acordado que os trabalhadores da Provedoria ficam em casa, trabalhando e depois remetendo tudo que for possível “electronicamente” para a Provedora adjunta e para o Provedor.

“As pessoas que queiram dirigir ao Provedor de Justiça agora vão fazê-lo via correio electrónico ou por telefone, como previsto. Não vai haver atendimento presencial durante este período”, completou. O Provedor de Justiça, António Espírito Santo Fonseca frisou ainda estar claro que as medidas decretadas pelas autoridades, a começar pela declaração do estado de emergência, “são muito necessárias”.

“Enquanto Provedor de Justiça também apelo às pessoas a que tenham o máximo de rigor no cumprimento das decisões e sobretudo das recomendações das autoridades sanitárias e das autoridades de protecção civil”, pediu.